http://visualprojetos.com/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/440290img1.jpglink
http://visualprojetos.com/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/2065211.jpglink
http://visualprojetos.com/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/5072290010.jpglink

Serviços
Linhas de Crédito Disponível

 

Apresentando-se como uma grande oportunidade, o Fundo Constitucional para Financiamento do Nordeste (FNE), ora, administrado pelo Banco do Nordeste, possui atualmente, ótimas condições de financiamento para  seu negócio. Veja abaixo o que se  segue:

Objetivo

Apoiar a implantação, expansão, modernização e relocalização de empreendimentos rurais, industriais, comerciais e de prestação de serviços, inclusive o turismo, além da infra-estrutura privada.

Itens Financiáveis 

· Construção Civil;
· Estudos e Projetos;
· Instalações;
· Máquinas e Equipamentos (importados e nacionais);
· Móveis e Utensílios;
· Veículos; 
· Capital de Giro associado ao projeto:

Setor Industrial, Comercial, Serviços e Turismo

* Percentual máximo sobre as inversões fixas financiáveis 

Porte da Empresa

Faixa de Receita Anual (R$)

Máximo de Financiamento pelo FNE (%) *

 Taxa de Juros (%) a.a.

Taxa de juros (%) a.a. com bônus

Micro

Até 360.000,00

100

11,18

9,50

Pequena

Acima de 360.000,00 e igual ou inferior a 3.600.000,00

100

11,18

9,50

Pequena-Média

Acima de 3.600.000,00 e igual ou inferior a 16.000.000,00

70 a 90

11,18

9,50

Média

Acima de 16.000.000,00 até 90.000.000,00

70 a 90

11,18

9,50

Grande

Acima de 90.000.000,00

70 a 90

12,95

11,01

Taxa de Juros/Participação Financiamento

 

*Observação: A participação do financiamento estará condicionada a Tipologia do Município.

Bônus de adimplência: para os pagamentos realizados em dia, é concedido bônus de adimplência sobre os juros de 15%.

Tarifas: 1,5% a título de análise e contratação

Prazos:

· Até 12 anos, com até 4 anos de carência;

· Até 14 anos, com até 4 anos de carência, para o PROATUR.

Garantias:

Cumulativa ou alternativamente:

· Hipoteca. 

· Alienação fiduciária dos bens financiados. 

· Penhor de bens preexistentes. 

· Fiança bancária

· Fiança ou aval.

 

BNDES AUTOMÁTICO

Objetivo:

Financiamento, por intermédio de instituições financeiras credenciadas, a projetos de investimento, cujos valores de financiamento sejam inferiores ou iguais a R$ 20 milhões. Esse valor também representa o máximo que cada cliente pode financiar a cada período de 12 meses, contados a partir da data de homologação da operação pelo BNDES.  

Serão apoiados projetos que visem a implantação, ampliação, recuperação e modernização de empresas, incluindo obras civis, montagens e instalações; aquisição de equipamentos novos, de fabricação nacional, credenciados pelo BNDES; capital de giro associado ao projeto; entre outros itens.

Taxa de Juros: Custo Financeiro + Remuneração do BNDES + Taxa de Intermediação Financeira + Remuneração da Instituição Financeira Credenciada.

Custo Financeiro:

Taxa de Juros de Longo Prazo - TJLP: 7,50% a.a.

Spread Básico – Remuneração BNDES

Definida em função das linhas de financiamento até 1,8%

Spread de Risco – Remuneração Agente Financeiro

Indireto (através agente financeiro) – até 4% a.a.

Participação Máxima do Agente·         70% a 100%

Prazo da Operação

12 anos. O prazo de carência deverá a ser definida de forma tal que o término da carência ocorra, no máximo, até 6 meses após a data de entrada em operação comercial do empreendimento.

Capital de giro associado:

A parcela de capital de giro associado será calculada em função das necessidades específicas do empreendimento, até os seguintes limites, aplicados sobre o investimento fixo financiável:

  • Microempresas: até 70%;
  • Pequenas empresas: até 40%;
  • Médias empresas: até 40%;
  • Grandes empresas: até 15%.

Classificação

Receita operacional bruta anual

Microempresa

Menor ou igual a R$ 2,4 milhões

Pequena empresa

Maior que R$ 2,4 milhões e menor ou igual a R$ 16 milhões

Média empresa

Maior que R$ 16 milhões e menor ou igual a R$ 90 milhões

Média-grande empresa

Maior que R$ 90 milhões e menor ou igual a R$ 300 milhões

Grande empresa

Maior que R$ 300 milhões

 

Garantias:

Reais e pessoais, negociadas entre a instituição financeira credenciada e o cliente.

  • FINAME Máquinas e Equipamentos

Objetivo:

Financiamentos, através de instituições financeiras credenciadas, para a produção e a comercialização de máquinas e equipamentos novos, de fabricação nacional, credenciados no BNDES.

Taxa de Juros:

Taxa de juros = Custo financeiro + Remuneração básica do BNDES + Taxa de intermediação financeira + Remuneração da instituição financeira credenciada

Custo Financeiro:         Taxa de Juros de Longo Prazo – TJLP : 7,5% a.a

Spread Básico - Remuneração do BNDES:

Definida em função das linhas de financiamento até 1,8%

Taxa de Intermediação Financeira: 0,1% a.a. para micro, pequenas e médias empresa e 0,5% a.a. para demais empresas.

Classificação-Receita operacional bruta anual

Classificação

Receita operacional bruta anual

Microempresa

Menor ou igual a R$ 360.000 mil mi

Pequena empresa

Maior que R$ 3,6 milhões e menor ou igual a R$ 16 milhões

Média empresa

Maior que R$ 16 milhões e menor ou igual a R$ 90 milhões

Média-grande empresa

Maior que R$ 90 milhões e menor ou igual a R$ 300 milhões

Grande empresa

Maior que R$ 300 milhões

Para efeito de porte, as pessoas físicas são equiparadas à classificação de Micro, Pequenas e Médias Empresas.
Spread de Risco – Remuneração Agente Financeiro

Indireto (através agente financeiro) – até 4% a.a.

Participação Máxima do agente:        50 % a 70%

Prazo da Operação:

Os prazos de carência e de amortização deverão ser definidos em função da capacidade de pagamento da Beneficiária e do grupo econômico ao qual pertença, respeitado o prazo total máximo de 60 meses, ressalvadas algumas exceções.

O prazo de carência, quando houver, deverá ser múltiplo de 3 e será de no máximo 24 meses para aquisição de máquinas e equipamentos, e de no máximo 12 meses para aquisição de bens de informática por qualquer tipo de indústria, ressalvadas algumas exceções.

Capital de giro associado:

É passível o financiamento ao capital de giro associado à aquisição de máquinas e equipamentos nacionais novos, em operações realizadas com micro, pequenas e médias empresas, na Linha de Bens de Capital, observadas as condições abaixo:

- A parcela financiável de capital de giro associado será limitada a 50% do valor dos equipamentos, nas operações realizadas com microempresas, e a 30%, nas realizadas com pequenas e médias empresas;

- A Taxa de Juros, os Prazos e o Nível de Participação serão os mesmos aplicados ao financiamento das máquinas e equipamentos;

- O financiamento ao capital de giro associado não se aplica à aquisição de máquinas e tratores rodoviários e agrícolas, ônibus, chassis e carrocerias para ônibus, caminhões, caminhões-tratores, cavalos-mecânicos, reboques, semi-reboques, chassis e carrocerias para caminhões, aí incluídos semi-reboques tipo dolly e afins, carros-fortes e equipamentos especiais adaptáveis a chassis, tais como plataformas, guindastes, betoneiras, compactadores de lixo e tanques, a operações de empresas locadoras de equipamentos, bem como às operações destinadas ao setor de serviços e às realizadas nas modalidades Financiamento à Produção de Máquinas e Equipamentos e Financiamento à Fabricante para a Comercialização.

Garantias: Negociadas entre a instituição financeira credenciada e o cliente.

No caso de Financiamento à Compradora, sobre os bens objeto do financiamento deverá ser constituída a propriedade fiduciária.

  • FINEM – Financiamento a Empreendimentos

Objetivo:

Financiamento a empreendimentos de valor igual ou superior a R$ 20 milhões.

Porém, o BNDES Finem pode conceder financiamentos de valor inferior a esse limite.

Valor

Sem limite de valor, condicionado à capacidade de pagamento da empresa.

Nível de Participação:

É de até 50% do investimento fixo financiável. Em função das características de cada operação (setor de atividade, finalidade do crédito, controle do capital social, porte e localização do empreendimento), este percentual poderá ser acrescido:

de até 15% para: desenvolvimento tecnológico, ou para os setores farmacêuticos (produtos), bens de capital, software, eletrônica, instrumentos médicos, ópticos, de medição e automação industrial;

de até 10% para empresas de controle do capital nacional:

de até 10% para micro, pequena e média empresas;

de até 5% para programa localizada em áreas incentivadas (Centro – Oeste, Nordeste, Amazônia, Sul do Rio Grande do Sul).

Obs: Para grandes empresas o nível de participação será limitada a 80%.


Máquina e equipamentos integrantes do projeto:
Para a parcela referente à aquisição de máquinas e equipamentos, onivel de participação é o mesmo estabelecido para os casos de aquisição de forma isolada, sendo:

Empresas de capital sob controle nacional:

Pessoa Física: até 90%

Micro, pequenas e médias empresas – MPME: até 90%;

Grandes empresas: até 80%

Empresas de capital sob controle estrangeiro: até 80%
Capital de Giro Associado: A parcela de capital de giro associado será calculada em função das necessidades especificas do empreendimento.

Prazo

Determinado em função da capacidade de pagamento do empreendimento, da empresa ou do grupo econômico.

Encargos

Taxa de juros: Custo Financeiro + Remuneração do BNDES, para apoio direto ou custo Financeiro + Remuneração do BNDES + Remuneração da Instituição Financeira Gerenciada

Custo financeiro:TJLP -Taxa de Juros de Longo Prazo ou Cesta de Moedas

Remuneração do BNDES para operação direta de 1% a 2,50 ao ano para micro, pequena e média empresa de capital nacional; 3% a 4,5 % para grandes empresas;

Remuneração do BNDES para operação indireta

Empresa de capital sob controle nacional

Micro, pequena e médias empresas: 1%

Grandes empresas: de 2,5% a 4% ao ano.

Remuneração da Instituição Financeira Credenciada a ser negociado com a instituição financeira credenciada e o cliente e o cliente; nas operações garantidas pelo FGPC ( Fundo de Garantia para Promoção da Competitividade – Fundo de Aval) até 4% a.a.

O BNDES poderá cobrar outros encargos em função das características da operação.

Forma de Liberação

Integral ou parcelado, conforme cronograma do projeto, diretamente ao fornecedor dos bens e serviços que serão adquiridos e ao tomador.

Forma de Pagamento

Através de parcelas de principal e encargos (Spread + TJPL), cobradas através de boleto bancário ou débito em conta corrente;
Durante o período de carência serão cobrados, trimestralmente, somente os encargos;
A TJLP cobrada nas parcelas, inclusive no período de carência, será limitada a 6% a.a.; 
A diferença entre a TJLP cobrada e a TJLP integral será capitalizada ao saldo devedor.

Garantias

Operações de apoio direto: definidas na analise de operações.
Operações indiretas: negociadas entre as instituições financeiras credenciadas e o cliente.

 

 




Salvador/BA | Avenida Tancredo Neves, 1222 Ed. Empresarial Catabas Tower Conj. 1003 | Telefone/Fax: +55 (71) 3341-8878 | E-mail: visual@visualprojetos.com
Santo Antonio de Jesus/BA | Shopping Vila Inglesa Cj. 132 | Telefone/Fax: +55 (75) 3631-4419 | E-mail - visualsaj@visualprojetos.com

Visual Projetos e Consultoria Empresarial - Salvador - Bahia | Design e otimização por Barutti.com.br